Menu

Uneal, Sefaz, Selaj, Fapeal e CBV se reúnem para definir Parceria

01 FEV 2019
01 de Fevereiro de 2019

Rodrigo Rosas


O reitor da Universidade Estadual de Alagoas (Uneal), Odilon Máximo, e o vice-reitor Anderson Barros estiveram, nesta sexta-feira (01), na Secretaria da Fazenda do Estado de Alagoas (Sefaz), reunidos a fim de firmar uma parceria voltada para atividades de extensão da instituição e políticas estudantis. Participaram da reunião, o secretário da Sefaz, George Santoro, a secretária de Esportes, Lazer e Juventude (Selaj), Cláudia Petuba, o presidente da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV), Walter Laranjeiras (Toroca), o vice-presidente da Federação Alagoana de Vôlei (FAV), Gustavo Toroca e o presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas (Fapeal), Fábio Guedes.


O encontro foi norteado por desejo mútuo. A Uneal, Selaj, Fapeal, CBV e FAV  enxergam a possibilidade de disponibilizar a comunidade práticas esportivas, colaborando para reduzir a vulnerabilidade social das crianças atendidas pelo projeto.

“É fundamental que a Uneal participe de projetos de sociais como o Viva Volei, atendendo as crianças carentes, bem como oferecer aos nossos discentes, e comunidade, atividades esportivas.”, destacou o reitor Odilon Máximo.

Os representantes da CBV, e FAV fizeram uma solicitação ao secretário George Santoro, para que seja promovido um encontro, entre funcionários e alunos, com o intuito de formar um núcleo que esteja a frente do projeto Viva Vôlei. O Viva Vôlei é um programa social que a Confederação Brasileira de Vôlei possuí, atendendo atualmente mais de 10.000 crianças no Brasil. “Nós tivemos uma receptividade pertinente. O núcleo seria uma contrapartida para que nós coloquemos a disposição, aulas, professores, campanhas educativas, e palestras. Nossa expectativa é que a parceria seja firmada porque será imprescindível para o voleibol de Alagoas", enfatizou o vice-presidente da FAV, Gustavo Toroca.

O projeto Viva Vôlei atende crianças de 7 a 14 anos. Além da Uneal, será definido em outro encontro a possibilidade da ampliação do projeto. Desde a sua criação a ação social propiciada pela CBV já atendeu em torno de 30.000 crianças em todo Brasil.

“Trata-se de uma proposta importantíssima, que dará atenção a sociedade civil, à jovens que poderão se inserir na prática esportiva, na ocupação da mente através das atividades. A participação da Uneal, junto com a Selaj é fundamental para a coordenação do projeto”, ressaltou o secretário George Santoro.

Voltar

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.


Tenha também o seu site. É grátis!